COMO VOCÊ SABE SE O SEU MAPEAMENTO COM DRONE ESTÁ CORRETO OU NÃO?

A dificuldade é que um Ortomosaico preciso, MDE ou modelo 3D muitas vezes parece idêntico a um impreciso. Se você tem boas condições de GPS, vôo estável e condições climáticas decentes, além de um terreno regular com muitos pontos característicos (que podem ser usados ​​para combinar imagens), bem como uma sobreposição de imagem adequada, o modelo deve ser bastante preciso, mas a única maneira de se determinar isso é calcular um estudo de erro semelhante ao mencionado anteriormente.

Uma boa prática é medir vários pontos de verificação no campo, além dos pontos de controle em solo. Os pontos de verificação permitem calcular a precisão do modelo usando métodos de cálculo de levantamento regulares.

Se você fez seu levantamento sem medir nenhum ponto no campo, ainda é possível calcular a precisão medindo distâncias entre pontos característicos, por exemplo, comprimento de uma parede, a distância entre dois prédios, etc. Você pode fazer isso usando um sensor de distância a laser que fornece precisão de 1 mm na distância de até 100 m.


MAPEAMENTO COM DRONE

POR QUE E QUANDO VOCÊ PRECISA DE DADOS PRECISOS NO SEU MAPEAMENTO COM DRONE?

Os requisitos de precisão de qualquer levantamento dependem de sua aplicação final e do caso de uso. Em muitos casos, 30 cm será mais que suficiente, enquanto em outros projetos 2 cm é o erro máximo aceitável.

De acordo com o Comitê do Sistema Global de Navegação por Satélite da USGS, a adequação aos requisitos de precisão do projeto e a escolha do equipamento certo são de responsabilidade exclusiva do avaliador.

Os padrões de precisão da pesquisa são definidos por instituições locais em cada estado dos EUA, bem como na maioria dos países em todo o mundo, mas os regulamentos são mais ou menos semelhantes.


Nos EUA, o principal corpo de padronização para dados de mapeamento aéreo é a Sociedade Americana de Fotogrametria e Sensoriamento Remoto (ASPRS) e um documento chave é Padrões de Precisão Posicional para Dados Geoespaciais Digitais , publicado em 2014.


Você deve lembrar que, embora a resolução e a precisão não devam ser inferiores às exigidas, ela também não deve ser mais alta. Uma levantamento de 1 km² com resolução de 1 cm gera mais de 180 GB de dados brutos que precisam ser processados, armazenados e entregues ao cliente. A resolução de 2 cm cria quatro vezes menos dados (até 45 GB) e requer quatro vezes menos recursos para processamento e armazenamento. Portanto, do ponto de vista econômico, é crucial entender os requisitos e não comprometer a resolução e a precisão quando não forem necessários.


Esperamos que este post ajude você a entender profundamente a precisão dos dados dos drones e ajudará a evitar problemas comuns. Fique ligado para mais artigos sobre mapeamento de drones!

#levantamentotopograficocomdrone #aerofotogrametria #levantamentocomdrone #mapeamentocomdrone #Topografiacomdrone

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square