4 dicas que irão fazer o seu mapeamento com drone atingir uma boa precisão


mapeamento com drone

1. Mapeamento com drone em Terreno irregular

Obter um GSD (Ground Sampling Distance) fixo em um terreno com elevação irregular pode ser complicado quando você planeja o voo em uma altitude fixa. O tamanho real do pixel em toda a área do mapeamento com drone será diferente. Você deve levar isso em conta ao planejar a missão e selecionar o hardware e o software certos para o trabalho.


A maioria dos aplicativos de planejamento de voo, como Pix4D ou DroneDeploy, está limitada a trajetos de voo de altitude fixa, o que torna um pouco mais complexo planejar voos em terrenos acidentados e realizar o mapeamento com drone. Geralmente, exige a captura dos dados separadamente em várias atitudes, resultando na aquisição de muito mais dados do que o necessário e complicando o processamento dos dados.


Plataformas mais avançadas, como PrecisionHawk ou Sensefly, oferecem o chamado rastreamento de terreno, que permite voar em várias atitudes durante um único voo, seguindo o Modelo Digital do Terreno aplicado, assim realizando um mapeamento com drone muito mais preciso e com um GSD que não vai variar muito.


2. Muita luz solar no seu mapeamento com drone

Boa luz solar e sombras ficam ótimas em vídeos com drone, mas eles têm uma influência terrível nos produtos fotogramétricos em relação ao mapeamento com drone. Quando as imagens estão superexpostas, o sistema não pode encontrar pontos de amarração, resultando em reconstrução deficiente. Durante o dia ensolarado, tente sempre capturar os dados o mais próximo possível do fim da tarde. Em algumas situações, a luz artificial pode ser usada para resolver o problema.

mapeamento com drone

3. Quanto maior a imagem do mapeamento com drone, melhor

Tamanho importa. Quanto maiores as imagens, mais fácil será para processá-las e mais precisa será a reconstrução do seu mapeamento com drone. A junção das imagens podem ser complicadas, especialmente em condições difíceis de vento e sol, portanto, quanto menos imagens houver, melhor será a precisão de um modelo. O tamanho das imagens depende dos parâmetros da câmera do drone, como resolução, distância focal e tamanho do sensor.


4. O sensor correto para realizar o mapeamento com drone


Se você acha que a precisão do seu mapeamento com drone é importante, você deve considerar selecionar um sensor com a lente certa. Câmeras típicas a bordo dos Drones não são um sensor de mapeamento real e não oferecem o nível mais alto de qualidade. No entanto, quando cada pixel é importante, deve-se usar as chamadas câmeras métricas, que são construídas para minimizar distorções e para que a geometria interna da câmera mantenha suas características, apesar das duras condições de trabalho e da mudança dos ambientes operacionais.

#levantamentotopograficocomdrone #aerofotogrametria #levantamentocomdrone #mapeamentocomdrone #Topografiacomdrone

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square